Venha conhecer. Consulte as condições através dos nossos contatos.

Venha conhecer. Consulte as condições através dos nossos contatos.

Venha conhecer. Consulte as condições através dos nossos contatos.

Mosteiro da Batalha

O Mosteiro de Santa Maria da Vitória (mais conhecido como Mosteiro da Batalha) situa-se na Batalha, Portugal, e foi mandado edificar em 1386 por D.João I de Portugal como agradecimento à Virgem Maria pela vitória na Batalha de Aljubarrota. Este mosteiro dominicano foi construído ao longo de dois séculos até cerca de 1517, durante o reinado de sete reis de Portugal, embora desde 1388 já ali vivessem os primeiros dominicanos. Exemplo do estilo manuelino, é considerado Património Mundial pela UNESCO.

Sabe-se que ao projeto inicial corresponde a igreja, o claustro e as dependências monásticas inerentes, como a Sala do Capítulo, sacristia, refeitório e anexos. É um modelo que se assemelha ao adotado, em termos de orgânica interna, pelo grande Mosteiro de Alcobaça.

A capela do Fundador, capela funerária, foi acrescentada a este projeto inicial pelo próprio rei D. João I, o mesmo acontecendo com a rotunda funerária conhecida por Capelas Imperfeitas, da iniciativa do rei D. Duarte.

O claustro menor e dependências adjacentes, ficaria a dever-se à iniciativa de D. Afonso V, sendo de notar o desinteresse de D. João II pela edificação. Voltaria a receber os favores reais com D. Manuel, mas somente até 1516-1517, ou seja, até à sua decisão em favorecer decididamente a fábrica do Mosteiro dos Jerónimos.

O Mosteiro foi restaurado no Século XIX, sob a direção de Luís Mouzinho de Albuquerque, de acordo com a traça de Thomas Pitt, viajante inglês que estivera em Portugal nos fins do Século XVIII, e que dera a conhecer por toda a Europa o mosteiro através das suas gravuras. Neste restauro, o Mosteiro sofreu transformações mais ou menos profundas, procurando tornar o Mosteiro num símbolo glorioso da Dinastia de Avis e, sobretudo, da sua primeira geração (a dita Ínclita Geração de Camões). Data dessa altura a atual configuração da Capela do Fundador e a vulgarização do termo Mosteiro da Batalha (celebrando Aljubarrota) em detrimento de Santa Maria da Vitória, numa tentativa de erradicar definitivamente as designações que lembrassem o passado religioso do edifício.

 

 

 

 

 

© 2015 Antiga Portugueza Unipessoal, Lda - Todos os direitos reservados. - RNAAT Nº 144/2014 - Política de Privacidade e Cookies.

Faremos uma visita ao Mosteiro da Batalha. Venha connosco visitar este magnífico monumento a 50 minutos de Coimbra. Com transporte exclusivo e guia privativo, em português, espanhol e inglês.

(Duração estimada do Tour: 3 horas)

Há muito mais para ver. Venha conhecer.

75,00 €

52,50 €

42,50 €

37,50 €

35,00 €